quinta-feira , 17 agosto 2017

Home » Educação » Com o Goiás na Frente, Estado terá 63 novas escolas até o final de 2018

Com o Goiás na Frente, Estado terá 63 novas escolas até o final de 2018

agosto 7, 2017 4:03 pm by: Category: Educação Leave a comment A+ / A-

Até o final de dezembro do próximo ano, o estado terá 63 novas escolas enquanto investimentos diretos do Goiás na Frente, programa criado pelo governo do Estado. Somente no Entorno do Distrito Federal, uma das regiões mais populosas, serão 22 unidades de ensino. Além disso, o governo repassará à Secretaria de Educação um total de 42 milhões para obras de reformas e ampliação em mais de 50 escolas, sendo que os investimentos por unidade vão até R$ 150 mil. Os recursos totais, da ordem de R$ 510 milhões, impactam o setor, avalia a secretária de Educação, Cultura e Esportes (Seduce), Raquel Teixeira.

Vice-governador José Eliton, coordenador do Goiás na Frente, lembra que os investimentos na educação pública estadual são fundamentais para melhorar as condições de trabalho dos servidores e de aprendizagem dos estudantes. Com os investimentos no setor, ele prevê “um ambiente ainda mais favorável ao ensino aprendizagem”.

escolasintegraisSegundo José Eliton, essa é uma iniciativa que faz parte de uma “transformação gigantesca” empreendida pelo governador Marconi Perillo anos atrás e que, em especial na educação, já apresenta resultados muito relevantes. “Goiás está tendo uma oportunidade muito grande de dar um salto para o futuro ao se colocar nos trilhos do desenvolvimento”, diz.

Raquel Teixeira diz que as obras do Goiás na Frente estão bem adiantadas. “Em termos de quadras de esportes, por exemplo, quatro já foram entregues e duas outras estão prontas para serem inauguradas na próxima semana”, afirma a secretária, lembrando que no dia 1º de novembro cinco novas estarão prontas na região do Entorno do Distrito Federal. “Até o final deste ano serão 22 unidades na região, amplas e modernas, e isso nunca aconteceu na história da educação do estado de Goiás”, ressaltou.

“Se pegarmos os últimos 10 anos, quando foram construídas 32 escolas, veremos que o Goiás na Frentedeu um ritmo e um dinamismo jamais existente no estado”, lembra Raquel Teixeira. “O impacto dessas obras na população é imenso, significa uma melhoria substancial, beneficiando mais de 560 mil estudantes, 40 mil professores e todas as suas famílias”, acentua.

quadra escola municipal porteirão“Ao colocar na coordenação do programa Goiás na Frente o vice-governador José Eliton, o governador Marconi Perillo demonstra que confia na capacidade de mobilização e de agilização de obras que ele tem”, destaca.

Na educação estadual, o Goiás na Frente inclui a construção de 233 coberturas e quadras poliesportivas, num total de 26 que estão sendo feitas exclusivamente com recursos do tesouro estadual.

Até o momento, R$ 3,5 milhões já foram repassados e estão viabilizando licitações e início de obras em todas as regiões. Centros Culturais serão construídos em dez municípios. O Goiás na Frentetambém prevê a reforma do Centro Cultural Oscar Niemeyer e a formação de orquestras jovens em cidades do interior.

Além dos investimentos em obras, o Goiás na Frente incluiu medidas importantes para os servidores da Seduce, que vão desde reajustes salariais a gratificações, auxílio-alimentação e gratificação por dedicação exclusiva. Todos esses benefícios já foram incluídos na folha de pagamento do mês de junho. Outras medidas referem-se a reajuste do valor da merenda escolar em 20% e do Pró-Escola em 58%.

Comunicação Vice-Governadoria

Com o Goiás na Frente, Estado terá 63 novas escolas até o final de 2018 Reviewed by on . Até o final de dezembro do próximo ano, o estado terá 63 novas escolas enquanto investimentos diretos do Goiás na Frente, programa criado pelo governo do Estado Até o final de dezembro do próximo ano, o estado terá 63 novas escolas enquanto investimentos diretos do Goiás na Frente, programa criado pelo governo do Estado Rating: 0

Leave a Comment

scroll to top